Seu disco rígido como obra de arte

SequoiaView Infodecodata

A necessidade de lidar com quantidades cada vez maiores de informação, que muitas vezes se tornam conjuntos ininteligíveis, faz com que seja importante, a estruturação de novas formas para uma visualização de dados complexos.

A exposição Infodecodata que acontece no Graphic Design Museum, em Breda, na Holanda, está oferecendo aos visitantes, entre outros trabalhos, uma mostra composta por uma grande coleção de imagens geradas a partir da visualização de dados de discos rígidos por meio da utilização do software SequoiaView, desenvolvido por um grupo de pesquisadores liderado pelo professor Jack van Wijk da Technical University of Eindhoven.

Quem não puder visitar a exposição, pode participar enviando a visualização dos dados do HD de seu computador. Para isso, é preciso apenas “rodar” o programa em sua máquina, criar uma visualização e enviá-la.

A imagem se constrói, conforme o exemplo acima. Cada retângulo representa um arquivo, os retângulos maiores correspondem aos maiores arquivos. A cor indica o tipo do arquivo: fotos (imagens) por exemplo são exibidas em vermelho, os arquivos do sistema em amarelo e assim múltiplas cores são relacionadas a arquivos de audio, vídeo, texto, internet e etc..

Conforme informação do Mediamatic o programa já foi baixado por mais de um milhão de pessoas.

Colaborou: Francisco Arlindo Alves

Masi informações

Graphic Design Museum

Artigo no Mediamatic

Sequoia View (Infodecodata version)

Casual InfoViz – Beneficial or Banal? – Artigo de Thomas Wielemaker sobre o tema no Masters of Media

6 thoughts on “Seu disco rígido como obra de arte”

Comments are closed.