Diagnóstico de Catarata por celular

Uma equipe de pesquisadores do MIT Media Lab Camera Culture Group liderada por Ramesh Raskar, propõe uma nova solução para diagnosticar e quantificar cataratas por meio de um aparelho celular.

O dispositivo chamado Catra faz uma varredura do olho com um feixe de luz para detectar uma eventual opacidade no cristalino que pode identificar a catarata.

A catarata é a principal causa evitável de cegueira no mundo, afetando 250 milhões de pessoas. O exame para detecção atualmente adotado requer um instrumento denominado lâmpada de fenda que custa aproximadamente 5.000 dólares. Também é preciso um médico capacitado para fazer a avaliação dos resultados. Em locais de difícil acesso, e regiões pobres dificilmente ambas as condições podem ser atendidas. Com o recurso do Catra, o próprio paciente poderia fazer o exame, de modo a proporcionar o diagnóstico da doença em sua fase inicial de forma simples e com baixo custo.

A pesquisa contou com a participação dos brasileiros Manuel Oliveira, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Esteban Clua, professor da Universidade Federal Fluminense (UFF) no Brasil.

O projeto abarca conhecimentos de computação gráfica, ótica e técnicas de interatividade e tem entre seus objetivos a produção de mapas detalhados em que será possível visualizar, por exemplo, a gravidade e localização dos casos da doença. O uso clínico do teste ainda depende de um processo de validação clínica mais detalhado, em que a equipe de pesquisadores vai efetuar testes utilizando o Catra num universo maior de indivíduos.

Referências:

MAKE
Smartphone Accessory Detects Cataracts por Adam Flaherty


Mashable

Smartphone Attachment Diagnoses Cataracts por Jennifer Van Grove

MIT News
Radar for the human eye por David L. Chandler

Colaborou: Francisco Arlindo Alves

1 thought on “Diagnóstico de Catarata por celular”

Comments are closed.