Mapeamento e visualização dos fluxos no transporte público

Uma pesquisa realizada na Inglaterra mapeou 114.000 viagens de ônibus que percorrem 22.000 pontos de parada, tendo como desafio produzir uma visualização dos dados, para uma melhor compreensão a respeito do funcionamento desta modalidade de transporte dentro da complexa infra-estrutura viária da cidade de Londres.

Os dados são relativos aos trajetos de todos os ônibus que fazem parte do sistema de transporte público na cidade diariamente. A dinâmica destes deslocamentos, foi descrita por meio de mapas elaborados por Joan Serras e James Cheshire, especialistas em cartografia que trabalham no CASA – Centre for Advanced Spatial Analysis. As vias em que há um fluxo mais intenso de ônibus são representadas de forma mais larga e avermelhada, e as que apresentam um fluxo menor deste transporte são mais estreitas e amareladas. As vias que não dispõem de linhas de ônibus foram excluídas do mapa.

A abertura da base de dados de instituições públicas com informações sobre transporte possibilitou que o projeto fosse realizado. Foram usados dados do National Public Transport Data Repository e Digimap’s Intergrated Transport Network layer.

Abaixo um vídeo realizado ano passado no inicio do projeto:

Seus resultados serão exibidos esta semana na conferência “Smart Cities: bridging physical and digital” no Centre for Advanced Spatial Analysis em Londres.

O mapa pode ser visto em detalhes no site mappinglondon.co.uk

Referências:

The Guardian
Meticulous map shows every London bus journey

Mapping London
Mapped: Every Bus Trip in London por James Cheshire

Colaborou: Francisco Arlindo Alves

2 thoughts on “Mapeamento e visualização dos fluxos no transporte público”

Comments are closed.